• LOGIN
    • Nenhum produto no carrinho.
Foto de perfil

Quem me protege nunca dorme.

"Me disseram que minha casa ia cair, mas ela é madeira que não dá cupim.”

É isso mesmo. Tem gente invejosa e mal amada que insiste em refletir pensamento negativo sobre mim. Outras, se disponibilizam a fazer trabalhos de baixa magia para me prejudicar. Aqui vai um recado: “Quem me protege não dorme!”

Foi em meio a uma demanda espiritual que expressei esse pensamento acima. Nunca fiz nada para prejudicar os outros e, mesmo assim, alguém tinha jogado a má sorte em minha vida. Cansado de tanta injustiça e negatividade, minha vontade era devolver tudo para quem me enviou. Eu estava quase sem forças, sentia náuseas, vertigens e um mal estar que não passava.

Peguei uma vela preta e vermelha, fui até a minha firmeza da esquerda e clamei por ajuda. No início, não conseguia me concentrar e entrar em contato. Mas persisti, fechei os olhos e continuei.

“Eu tenho sete inimigos
e não posso com nenhum,
vou chamar Sr. Treme Terra
que em pé não fica um.”

Cantarolei com força, uma, duas, três vezes. Comecei a passar mal, mas não desisti.

“Sete facas de ponta,
em cima da mesa,
sete velas acessas,
na encruzilhada.

Exu na encruza é rei,
Exu na encruza é rei,
É o rei da encruzilhada”

Conforme ia cantando e pedindo ajuda, eu sentia alívio e angústia ao mesmo tempo. Sabia que não era um caso simples, então senti que devia continuar evocando as forças de Exu.

“Me disseram que minha casa ia cair,
me disseram que minha casa ia cair,
mas ela é madeira
que não dá cupim.”

Laroyê Sr. Treme Terra, salve suas forças meu guardião. Laroyê.

Nesse momento, senti Sr. Treme Terra se aproximando de mim, com força e vitalidade, mas ainda continuei sentindo o mal estar de antes. Porém, sabia que ele iria me valer e tirar essas carga negativa que pairava sobre mim. Ele ficou por alguns minutos ao meu lado em silêncio, e esperei até me falar o que devia fazer.

Após alguns momentos, eu mesmo falei:

– Laroyê seu Treme Terra, salve suas forças.
– Salve!
– Eu sabia que você iria me valer. Quem me protege nunca dorme. – Pensei aliviado.
– Por que me chamou até aqui?
– Porque me mandaram uma demanda Sr. Treme Terra. Essas pessoas invejosas, me dá raiva.
– E o que você quer que eu faça?
– Ué, você não pode cuidar deles pra mim?

Ele ficou em silêncio novamente. Não é de muitas palavras, tem tom sério e é exigente. Eu estava ansioso, então perguntei:

– Você não é meu guardião? Você pode cuidar dessas pessoas invejosas e de olho gordo.
– Não vou fazer nada!
– Como assim? Você não me protege? – Fiquei desesperado.
– Você me chamou do meu ponto de força para tirar olho gordo de você? Você está pedindo que eu cuide dos seus desafetos? Que frase é essa de “Quem me protege não dorme”? Isso é uma ameaça aos que você chama de inimigos? Que essa seja a última vez que me chame para isso. Eu não me importo com seus desafetos, com essas briguinhas imaturas. Você que puxa essas energias, porque está mais preocupado com o que os outros fazem contra você, do que o que realmente você faz para elevar sua energia e se proteger. Quando você precisar de ajuda e orientação, pode me chamar. Mas não para resolver esses conflitos de criança. E se alguém quiser fazer o mal, nós vamos proteger e desvencilhar essas energias, sem você nem ficar sabendo.

– Me desculpe.
– Que seja a última vez. Preocupe-se mais com você, os outros… deixa que seus próprios mentores cuidem.
– Obrigado Sr. Treme Terra. Mas ainda me sinto mal, o que faço?
– Acenda uma vela para o anjo de guarda desses que você acha que te prejudicam. Peça o melhor pra eles.
– É sério?
– Você acha que estou brincando? Chega de arrogância e infantilidade. Espero ter dado o recado.

E saiu rapidamente.

Isso foi no início da minha caminhada espiritual na Umbanda. Tinha conceitos errados sobre muitas coisas e, com essa conversa, pude perceber o quanto era infantil e frágil em “utilizar” os guias para mandar indiretas para meus desafetos. Agradeço ao Sr. Exu Treme Terra pelo ensinamento e, hoje, busco me concentrar nas minhas atitudes, pensamentos e ideias.

Infelizmente, muitos ainda fazem uso disso e enchem as redes sociais para intimidar suas desavenças. Pior quando são sacerdotes e possuem terreiros, pois esse exemplo passam paras os filhos de fé e isso vira um emaranhado de problemas. Lamentável.

Que os Exus possam nos inspirar e proteger, de nós mesmos!

Laroyê Exu! Mojubá!

© COPYRIGHT 2017 - EADEPTUS

Login

Register

FACEBOOKGOOGLE Create an Account
Create an Account Back to login/register