Foto de perfil

10 PERGUNTAS MAIS FREQUENTES SOBRE REGRESSÃO

Antes de mais nada quero deixar claro que apenas respondo sobre Regressão dentro da escola que estudei e prático. Pratico o método da ABPR (Associação Brasileira de Psicoterapia Reencarnacionista) fundada em Porto Alegre em 2004 por Mauro Kwitko. Tenho respeito a todas as escolas e diferentes formas de pensar, porém repito que posso responder apenas sobre a Regressão Terapêutica que pratico em meu dia-a-dia.

Seguem abaixo as perguntas mais frequentes sobre Regressão e que podem vir ser as suas também. Estou disponível para responder outras perguntas também que quiserem colocar nos comentários desse post. Então vamos a elas:

1 – Eu vou ingerir algum alucinógeno?

Não. No método ABPR não se utiliza nenhuma substância química para a Regressão, a Regressão Terapêutica é uma expansão de consciência feita através do relaxamento físico com a leitura de um roteiro de relaxamento e música nada além disso.

2 – Existe algum risco de eu não voltar, ou de não voltar a ficar consciente?

Não. Primeiro porque você nunca sai dali, portanto se você não sai dali não existe o risco de não voltar, isso não é uma projeção astral, mental e nem nada parecido é uma expansão de consciência. Segundo, você não corre o risco de não voltar a ficar consciente porque você permanece consciente durante todo o processo, você ainda vai ouvir o barulho de carros passando na rua entre outras coisas. Inclusive durante a Regressão é possível se levantar e ir ao banheiro se quiser, sem problemas.

3 – Para que serve a Regressão?

Basicamente para 2 objetivos:

  • O desligamento de fobias, tristezas, situações traumáticas. curas físicas tais como enxaquecas, asma, dores entre outros. Algumas vezes em nossas vidas carregamos traumas ou padrões condicionados de comportamento devido a experiências traumáticas que tivemos. Podemos ter medo de água por quase morrermos afogados quando bebês ou nos sentirmos culpados por uma decisão ruim tomada há muitos anos atrás. Isso se estende a vidas Passadas também, mesmo que não tenhamos a lembrança consciente disso, essa lembrança de uma ou mais vidas fica em nosso inconsciente e nos afeta da mesma forma. Você pode estar Regredido em alguma situação ruim por anos e não se dar conta disso.
  • Autoconhecimento sobre sua verdadeira personalidade para a Reforma Intima. Nós não damos saltos quânticos em nossas encarnações, não viramos santos perfeitos em uma única vida. Você em vidas passadas recentes era muito parecido com o que é hoje. Podemos levar várias vidas para trabalharmos um único aspecto, como a paciência por exemplo. A Regressão te dá um foco claro no que trabalhar e por que trabalhar além de um desligamento emocional do que te prende.

Existem muitos benefícios, para saber mais clique aqui.

4 – Quanto tempo demora uma Regressão?

De 2 a 3 horas aproximadamente.

5 – A regressão é conduzida diretamente para o meu problema, ou a minha última vida passada?

Quem conduz a Regressão é o Mentor Espiritual da pessoa que busca a terapia. Todo o trabalho é feito dentro das leis Divinas de Necessidade e Merecimento, o único ser capaz de saber o que a pessoa  está realmente precisando é o Mentor e não o Terapeuta. O mentor é quem já conhece a pessoa de muitas encarnações, nós muitas vezes só conseguimos enxergar a ponta do iceberg e base do problema pode ser outra que nem imaginamos. Por esse motivo a função do terapeuta é auxiliar o processo e não conduzir.

6 – Eu tenho medo de ser hipnotizado, a Regressão é uma hipnose?

Não. Eu particularmente respeito a hipnose como terapia, porém a Regressão em que trabalho não é uma hipnose. A Regressão é uma expansão de consciência aonde a pessoa fica consciente, lúcida e dona de suas ações durante todo o processo.

7 – Eu sigo a doutrina de Allan Kardec. Essa doutrina me diz que não podemos infringir a Lei do Esquecimento. A Regressão é contra a minha doutrina? 

Kardec faz o seguinte comentário do passado “…o espírito perde momentaneamente a lembrança de suas vidas passadas…elas podem lhe ser reveladas em certas circunstâncias, mas é apenas pela vontade de Espíritos superiores, com um fim útil e jamais para satisfazer vã curiosidade….” Repetindo quem conduz a Regressão é o seu mentor e todo o conteúdo da Regressão tem uma finalidade útil que é cura de fobias ou autoconhecimento para um melhor aproveitamento dessa encarnação. É um trabalho muito sério e ético que respeita todas as leis cósmicas e cármicas.

8 – Existe alguma limitação física para se fazer Regressão?

Existe sim. Pessoas com problemas cardíacos, hipertensos, que sofreram derrame ou isquemia cerebral (AVC), pessoas que não possam suportar emoções fortes, pessoas muito idosas e mulheres grávidas. Para esses casos utilizamos uma técnica que chamamos de Regressão a Distância. Para saber mais detalhadamente sobre Regressão a Distância veja mais aqui neste post.

9 – Existe algum risco terapêutico de se fazer Regressão? Qual é a ética do trabalho?

Não havendo limitações físicas citadas na questão anterior e seguindo a ética de Regressão que pratico não há nenhum perigo.  De forma sucinta a ética consiste em 3 pontos:

  • Terminar a regressão apenas quando se está muito bem. Aonde termina a Regressão fica a sintonia, ou seja, apenas se termina uma Regressão quando a pessoa está muito bem. A Regressão não termina apenas na morte da pessoa ou em uma situação ruim, estendemos até o mundo espiritual, a conversa com os seus mentores até ela estar muito bem.
  • Nunca reconhecer pessoas. A Terapia não é feita para matar curiosidades, quem era meu pai, mãe, namorado, irmã, etc… isso nada importa. Portando nunca perguntamos local, época e muito menos quem eram as pessoas. Assim não se infringe a lei do esquecimento e não se adquire carma negativo. Se a informação vier naturalmente do mentor da pessoa ok, se não vier nunca é perguntado ou incentivado.
  • Quem conduz é o Mentor e não o Terapeuta. O mentor sabe o que mostrar, o quanto mostrar, como mostrar e os porquês de mostrar aquele determinado conteúdo. O Terapeuta é um ser humano que está aprendendo tanto quanto o paciente e não deve conduzir o processo e sim auxiliar o mentor da pessoa, apenas isso e nada mais.

10 – Eu tenho muito receio de ter sido alguém ruim ou ter feito coisas ruins. O terapeuta vai me julgar ou me olhar torto?

Isso nunca.  Não importa o que fizemos no passado somos todos filhos de Deus que estamos vivendo e aprendendo com os erros. Se fossemos perfeitos não estaríamos aqui na Terra encarnados passando pelo aprendizado que estamos passando hoje. Ninguém tem o direito de julgar ninguém. Quem nunca pecou que atire a primeira pedra dizia Jesus. Na Regressão costumo dizer as pessoas que atendo: Não importa se na sua vida passada você plantou 1.000 flores ou matou 100 pessoas o que importa é a lição e a mensagem de seu mentor para trabalhar nessa vida aqui e ser feliz.

© COPYRIGHT 2017 - EADEPTUS

Login

Create an Account Back to login/register